Mais de 4.000 famílias de Macau beneficiaram da ajuda do banco alimentar

Macau, China, 22 jun (Lusa) -- Mais de 4.000 famílias, ou um universo superior a 7.000 pessoas, beneficiaram da ajuda do banco alimentar em Macau desde setembro de 2011, disse agência Lusa o secretário-geral da Caritas.

A gestão do banco alimentar, criado pelo executivo de Macau em 2009 para proporcionar alimentos de primeira necessidade aos mais desfavorecidos, foi entregue à Cáritas em setembro de 2011.

O Instituto de Ação Social (IAS) prolongou, no ano passado, a gestão do serviço de apoio alimentar de curto prazo pela Caritas até ao final de 2014.

A fim de chegar a mais famílias que se encontram à margem da rede de subsídios ajudando-as a fazer face à inflação -- que atingiu 5,89% em maio último --, o IAS foi alargando o prazo do apoio -- atualmente é de dez semanas -- e reviu em alta o apoio alimentar diário 'per capita' de 32 para 36 patacas (de 3 para 3,3 euros).

Nas Linhas de Ação Governativa para 2014, o chefe do executivo de Macau, Fernando Chui Sai On, também anunciou o aumento do montante do limite máximo de rendimentos de 1,7 vezes para 1,8 vezes relativamente ao valor do índice mínimo de subsistência, a fim de alargar o universo de elegíveis.

A partir de 01 de julho, o valor do índice mínimo de subsistência vai passar de 3.670 para 3.800 patacas (de 332 para 334 euros) no caso de um agregado composto por um elemento.

No caso de agregados familiares compostos por oito ou mais pessoas, por exemplo, o valor é atualizado de 17.160 para 17.730 patacas (de 100 para 123 euros).

Além do Plano de Apoio Alimentar de Curto Prazo -- designação oficial do programa --, a Caritas presta outro tipo de apoios aos mais carenciados.

Atualmente, gere oito lares, quatro dos quais destinados a idosos, a sem-abrigo, contando mais de 40 que retirou das ruas, bem como a jovens e a portadores de deficiências, dispondo, entre outros serviços, de uma linha telefónica para aconselhamento intitulada "Life Hope", que funciona 24 horas por dia.

Segundo Paul Pun, no ano passado, a linha registou 16.460 chamadas.

Os fundos continuam a ser o principal desafio da Caritas que, em 2013, recebeu donativos no valor de 1 milhão de patacas (cerca de 92 mil euros).

Fundada em 1951, a Caritas Macau dá trabalho a cerca de 700 pessoas e conta com um universo de aproximadamente 500 voluntários.

DM // VM

Lusa/Fim



Um ar impróprio para consumo

A OMS recomenda que a concentração de micropartículas PM 2.5 no ar — um dos poluentes considerados mais lesivos para a saúde — não se situe acima dos 25 microgramas por metro cúbico, em média, por dia. Macau estipula um limite três vezes superior. A discrepância tem um motivo: caso se adotasse o parâmetro recomendado internacionalmente,

“Ex-Procurador poderá vir a ser vítima do cargo que ocupou”

Continua a ser uma incógnita a data e os moldes em que deverá ser retomado o protocolo que vigorava entre a Ordem dos Advogados de Portugal e a Associação dos Advogados de Macau, suspenso desde 2013 e que permitia o reconhecimento recíproco para acesso ao exercício da profissão. Em entrevista ao PLATAFORMA, Jorge Neto Valente

“É a partir de Lisboa que a Nova Rota da Seda pode tomar o barco para as Américas”

Paulo Duarte, investigador do Instituto do Oriente, em Lisboa, é autor de uma tese de doutoramento sobre a iniciativa Faixa e Rota cuja súmula será publicada no final do ano pelo Instituto Internacional de Macau.  - Como é que uma das economias mais protecionistas do mundo convence o resto do mundo de que é a

Um destino de férias improvável, ou talvez não

A primeira vez que o português Walter Figueiredo aterrou em Bissau foi em 2008. A visita a um familiar impunha-se, apesar de a Guiné-Bissau pouco lhe dizer. Uma antiga colónia portuguesa, atormentada por uma instabilidade cíclica e um dos países mais pobres do mundo. “As expetativas eram muito baixas e tinha uma má imagem da Guiné-Bissau”,

Um aliado mais distante do Norte

A tensão política na península coreana está a agravar-se, com novas provocações do regime de Pyongyang e ameaças de novas sanções e mais militares por parte dos Estados Unidos. A China, apoio essencial da Coreia do Norte, tem-se mantido mais em silêncio e há quem leia nessa posição um distanciamento prudente. “Os princípios da política externa

Países lusófonos juntam-se à festa em Fátima

A visita do papa Francisco a Fátima está a suscitar entusiasmo não apenas em Portugal. No espaço de língua portuguesa, as aparições marianas da Cova da Iria, que celebram 100 anos, são veneradas, com dezenas de templos de homenagem a Nossa Senhora de Fátima, e são esperados milhares de peregrinos que falam português vindos de África,