Jornal Impresso

 

PM-173-capa

PM-172-capa

PM-171-capa

PM-170-capa

PM-169-capa

PM-168-capa

PM-167-capa

PM-166-capa

PM-165-capa

PM-164-capa

PM-163-capa

PM-162_capa

PM-161capa

PM-160-capa

PM-159capa

 

PM-158capa

 

PM-157-capa

 

 

PM-156-capa

PM-155-WEB

PM-154-capa

PM-153-WEB capa














































capa 97

ED 97 22.04.2016

ED.96.15.04.2016

ED.96.15.04.2016

PM-95 Capa

ED 95 08.04.2016

 

pm94 capa

ED 94 01.04.2016

PM-93-capa

ED 93 24.03.16

PM-93- Capa Suplemento

ED 93 Suplemento Rota das Letras

Capa 92

ED 92 18.03.2016

Capa 91

ED 91 11.03.2016

Capa 91-Suplem-

ED 91 Suplemento Formação Turística

PM-88-WEB

ED 88 19.2.2016

PM-88-Suplem

ED 88 Suplemento Turismo


Capa 86

ED 86.1.2016

Capa sup. 82

ED 82 Suplem.

capa 82

ED 82 18.12.2015


Capa 81

ED 81 | 11.12.2015


PM-80

ED 80 | 4.11.2015


Capa 79

ED 79 | 27.11.2015

PM-79-Sup. Ens Superior (dragged)

ED 79 | 增刊 suplemento 高等教育 | Ensino Superior


78 Suplemento GP

ED 78 | Grand Prix

78-Suplemento cresces

ED 78 | Cresce

Capa 78

ED 78 | 20.11.201


Capa 76

Ed 76 06.11.2015

Capa 75

Ed 75 30.10.2015

Capa 74

Ed 74 23.10.2015

PM-73-Capa Suplemento

ED 73 Suplemento


PM-73  capa

Ed 73 16.10.2015


Capa 72

ED 72 09.10.2015

Capa 71

ED 71 03.10.15

capa 70

PM 70 25.09.2015

capa 69

ED 69 18.09.2015

capa 68

ED 68 11.09.2015

capa 67

ED 67 04.09.2015

66 capa

ED 66 28.08.2015

65 Capa

ED 65 21.08.2015

64 Capa
ED 64 14.08.2015
63 Capa

ED 63 07.08.2015

61 Capa

ED 61 | 24.07.2015

60 Capa

ED 60 | 17.07.2015

59 Capa

ED 59 | 10.07.2015

58 Capa

ED 58 | 03.07.15

57 Capa

ED 57 | 26.06.1

56 capa

ED 56 | 19.06.2015

55 Capa

ED 55 | 12. 06.2015

54 Capa

ED 54 | 05.06.15


capa

ED 36 | 6.2.15

37 capa

ED 37 | 30.1.15


capa   capa   capa 2014


capa       capa

capa    capa

capa    capa

capa   capa

 capa    capa

capa     capa

capa   capa

capa    capa

capa   capa_1   capa

capa   capa   capa

capa 9    16_maio   

16_maio

Macau 20 anos depois

É o título da série documental de Carlos Fraga e Helena Madeira. Realizador e produtora querem perceber o que mudou em Macau desde o fim da administração portuguesa. Carlos Fraga e Helena Madeira voltaram a Macau para gravar o quarto documentário de uma série de seis sobre a cidade. O trabalho da produtora LivreMeio é uma

“Portugal está disponível para encontrar instrumentos de coinvestimento”

Portugal quer atrair financiamento de Macau e da China para o futuro fundo de apoio à internacionalização das empresas portuguesas. Eurico Brilhante Dias, secretário de Estado português da Internacionalização a participar na Feira Internacional de Macau (MIF), explica que o país pretende por esta via mobilizar meios para a cooperação sino-lusófona. - Participa durante a

Pequim entre o isolacionismo e a afirmação como superpotência

A China quer intervir mais além-fronteiras, mas continua fragilizada por questões internas, afirmam analistas, numa semana em que o Presidente Xi Jinping confirma o estatuto de mais forte líder chinês das últimas décadas. “Vamos assistir à reclamação da China da posição de grande potência, que será atribuída ao pensamento do atual líder”, afirmou David Kelly, diretor

A vida das empregadas domésticas

“The Helper” tem como protagonistas as empregadas domésticas estrangeiras que trabalham em Hong Kong. Joanna Bowers decidiu realizar o documentário por sentir que são descriminadas apesar de serem a “base” da sociedade. Estreou há uma semana em Hong Kong e o objetivo é que passe em Macau e na China Continental, e finalmente seja comprado

Transporte aéreo em Macau deve atrair mais companhias low-cost e oferecer mais escalas

Com cada vez mais ligações na região de Guangdong-Hong Kong-Macau, o mercado dos transportes aéreos também enfrenta, em simultâneo, uma situação complexa de competição e cooperação. Académicos da área dos transportes e membros da indústria turística consideraram, em declarações ao Plataforma, que Macau deve esforçar-se para encontrar o respetivo nicho de mercado, em particular criando

João Lourenço promete mudar quase tudo no estado da nação angolana

No seu primeiro discurso sobre o estado da Nação, o novo Presidente angolano, João Lourenço falou de José Eduardo dos Santos para elogiar o país pacificado que deixou, ao sair do poder, em setembro, 38 anos depois, sobrando mais de 55 minutos em que, da economia à educação, passando pelo combate à corrupção e maus